REAL GABINETE PORTUGUÊS DE LEITURA: UMA PRECIOSIDADE NO CENTRO DO RIO

Real Gabinete Português de Leitura - já ouviu falar nessa instituição, que foi criada por imigrantes portugueses e que está localizada no centro da cidade do Rio de Janeiro? Não sei de você, mas posso garantir que muitos cariocas ainda não. Talvez por ficar um pouco escondida numa rua estreita ou talvez por não ser muito divulgada. Mas passando pela rua onde ela está situada, a Luís de Camões, impossível não notá-la. A fachada de seu prédio, de estilo manuelino, é de grande beleza arquitetônica. Mas a maior surpresa está no que o prédio abriga: uma biblioteca pública, de uma beleza ímpar, com um acervo de mais de 350.000 títulos distribuídos por prateleiras que ocupam todas as paredes - do chão até o teto, praticamente. O conjunto é de fazer cair o queixo.   

Real Gabinete Português de Leitura possui a maior e mais valiosa biblioteca de obras de autores portugueses fora de Portugal. Entre os volumes, há raridades. Mas não pense que os livros estão lá só para extasiar seus olhos, como peças de museu. Segundo a bibliotecária com quem conversei, o acervo é inteiramente disponível para consulta. Basta fazer um cadastro no próprio local e depois contar com a ajuda da bibliotecária. Para consultar o acervo, que é digitalizado, você pode acessar o catálogo no site ou no computador da biblioteca. Há várias mesas no local para você deitar seu livro e deleitar-se com ele.   

O Real Gabinete Português de Leitura fica na Rua Luís de Camões, 30, e a maneira mais rápida e prática de se chegar lá é de metrô, desembarcando na estação Uruguaiana. Vá em direção ao Largo de São Francisco de Paula, que é uma pequena praça que tem uma igreja (Igreja de São Francisco de Paula) e fica de frente a muitos camelôs e lojas de rua, como a C&A e a Casa Cruz. A propósito, se você não conhece a Casa Cruz, não deixe de entrar, pois é uma grande papelaria que vende muitas variedades com ótimos preços. Outra papelaria excelente que também fica no Largo de São Francisco de Paula é a Kalunga. Aliás, é só seguir pela rua da Kalunga que num instantinho você irá ver do seu lado direito o Real Gabinete Português de Leitura. 

A área do Largo de São Francisco de Paula é meio feiosa e suja e costuma ter mendigos. A praça é até bonita, mas é mal cuidada. Porém, o centro da cidade do Rio tem trechos assim mesmo. E é muito oportuno lembrar agora que você não deve transitar pelo centro da cidade com joias nem com nada valioso, pois há pivetes e eles atacam mesmo na luz do dia e na frente de várias pessoas. Infelizmente é uma triste notícia que não posso deixar de dar porque o que deveria ser um passeio prazeroso pode se tornar uma grande dor de cabeça. Inclusive, semana passada, foi destaque nos noticiários regionais da TV Globo a ação desses infratores, muitos menores de idade, que, por vezes, atacam em bando. No dia que visitei o Real Gabinete Português de Leitura, o centro da cidade estava até muito bem policiado em decorrência da repercussão da matéria da TV Globo, mas, mesmo assim, tive todo o cuidado de olhar ao meu redor antes de levantar minha máquina fotográfica para fotografar a fachada do prédio. Então, muito cuidado com sua máquina fotográfica também. Mas não se assuste, ok? É só não dar mole pra bandido. Infelizmente a questão da segurança é algo que ainda precisa ser muito melhorada no Rio de Janeiro.

Para saber sobre toda a história do Real Gabinete Português de Leitura, assim como informações sobre sua arquitetura e acervo, acesse seu site, que é este aqui.


Entrada: Gratuita.

Horário de funcionamento: De segunda a sexta, das 9:00 às 18:00.



A linda fachada do Real Gabinete Português de Leitura. 



O prédio do Real Gabinete Português de Leitura é de grande beleza arquitetônica.



E a biblioteca do Real Gabinete Português de Leitura é de fazer cair o queixo. A arquitetura e a quantidade de livros espalhados por todas as paredes impressionam.



E todo o acervo do Real Gabinete Português de Leitura é digitalizado e disponível para consulta. Essas mesas e cadeiras que vemos à esquerda na foto estão disponíveis para os leitores. 



Interior do Real Gabinete Português de Leitura. Somente sua biblioteca é aberta à visitação.


Os lindos vitrais do teto da biblioteca do Real Gabinete Português de Leitura.


Essa porta (ao centro) é a entrada da biblioteca. À direita, está um móvel que guarda o álbum em homenagem ao Presidente do Real Gabinete Português de Leitura (entre 1878 e 1884), Eduardo de Lemos.  


No Real Gabinete Português de Leitura e impressionada com o seu acervo bibliográfico.



Veja como tem livro velho e empoeirado no Real Gabinete Português de Leitura. A poeira, acho que é compreensível. Imagina a mão de obra para limpar cada livro de lá. 



Apesar do aviso de não mexer nos livros, todos os livros podem ser consultados. Obviamente não se pode tocar nos livros durante a visita não só para não danificá-los como também para não tirá-los da ordem. Para consultá-los, você antes precisará preencher um cadastro.  



Mesas de consulta nos dois lados do salão da biblioteca do Real Gabinete Português de Leitura. Veja que há um grupo de estudantes numa visita guiada à biblioteca. Vi muitos estudantes lá nesse dia.


Interior do Real Gabinete Português de Leitura.



Exposição no Real Gabinete Português de Leitura.



A sala de reuniões do Real Gabinete Português de Leitura também merece ser observada, pois contém uma bonita mobília. Ela não é aberta ao público, pois é isolada por uma corda.



Outra sala de reuniões do Real Gabinete Português de Leitura. Também fica isolada por uma corda, mas sua mobília chama a atenção dos visitantes.

****************************


O centro da cidade do Rio reserva muitas atrações para turistas e residentes. Muitas delas acabam sendo valiosas descobertas durante um passeio. Estar distraído fazendo compras nos arredores do Largo de São Francisco de Paula e, de repente, deparar-se com o prédio do Real Gabinete Português de Leitura, com certeza, é uma das grandes surpresas que o turista/carioca pode ter. O prédio fica só um pouquinho afastado dos camelôs e das principais lojas que ficam em frente ao Largo de São Francisco, mas, como você agora já está ciente da existência dessa joia, se essa surpresa não surgir por acaso no seu caminho, faça-a acontecer!


2 comentários:

Anônimo disse...

Seu blog continua ótimo.Parabéns!





Neilor Rodrigues

Regina Mendes disse...

Muito obrigada, Neilor. Seja sempre bem-vindo!