Valle Nevado: neve e aventura na Cordilheira dos Andes!

Apertem os cintos! Estamos a caminho de Valle Nevado!



Os carros precisam vencer as 60 curvas até chegarem à estação de ski de Valle Nevado.



Visual flagrado na estrada. As montanhas cobertas de neve sob a luz do sol refletem paisagens inesquecíveis.



No caminho para Valle Nevado, o guia fez esta primeira parada para brincarmos um pouco na neve e observarmos a bela vista.



Para quem nunca tinha tocado na neve, imagina a festa que foi.



Querendo abraçar este visual.



Ainda temos muitas curvas pela frente até chegarmos a Valle Nevado.


A Cordilheira dos Andes toda vestida de branco e o longo véu de neve que se arrasta pela estrada formam um visual de arrancar suspiros.


Ainda em nossa primeira parada na estrada para apreciarmos a neve e as montanhas.



Um longo caracol pincela o caminho até Valle Nevado.



A vegetação seca da estrada.



Uma das minhas fotos favoritas. Parecia cena de filme.



A casa parece perdida no meio de tanta neve.



Alguns esquiadores também parecem perdidos na paisagem tomada pela neve. Consegue enxergá-los aqui?



Muita neve pela estrada.



Esta foi a segunda parada, bem melhor que a primeira. Quanta neve vê-se aqui! O pé afunda e fica difícil andar. E isso já é a maior diversão!



É preciso tirar as luvas, pelo menos, por um instante, para sentir a neve.



O pessoal atrás de mim fez um boneco de neve muito bacana. E eu juntei este montinho na mão...



...porque o legal aqui é brincar na neve. Então, neve no seu parceiro!



Deitar na neve também rola. Assim fazem os turistas bobos como eu que nunca viram neve.



Nosso motorista nos esperando enquanto a gente se divertia...



...e registrava cada detalhe...



Num certo ponto da estrada, é preciso colocar correntes nos pneus traseiros para o carro não derrapar.



Chegamos ao centro de ski de Valle Nevado! E o Fabio já passando mal com a altitude...



Todos que entendem do assunto dizem e a propaganda confirma: Valle Nevado tem a melhor neve do mundo.



O visual fica mais bonito com o dia ensolarado. Aliás, dizem que dias ensolarados em Valle Nevado são constantes.



O gelo tomando conta da casa.



Sem essa neve, as casas perderiam o charme.



Neve nos prédios...


...e nos carros.


Hotel Tres Puntas, de três estrelas.



Hotel Puerta del Sol, de quatro estrelas. E ainda tem o Hotel Valle Nevado (na foto, mais abaixo), o cinco estrelas de lá.


Dizem que a neve de Valle Nevado é fofa. E é mesmo.



Os teleféricos praticamente somem na paisagem quando captados pela máquina fotográfica.



À direita, a loja de Valle Nevado. Fiquei tão entusiasmada com a neve que nem entrei na lojinha.



Os esquiadores chegando de teleférico. Os teleféricos aqui só transportam esquiadores. Eles gostam muito deste resort por causa da variedade de pistas, que chegam a 3.670 metros de altitude. E deu para ver alguns mais experientes exibindo suas manobras na neve.



O Hotel Valle Nevado. Aqui, em frente, há aulas particulares para iniciantes, mas eu preferi só apreciar a paisagem e a galera esquentando a neve com seus esquis.



À esquerda, "Ski Rental". Quem não tem seu próprio equipamento pode alugar um.


Quem só quer curtir o visual ou descansar pode ficar no restaurante com varanda de frente para as montanhas e assistir às manobras dos esquiadores.



Os donos guardam seus esquis aqui. Ficam todos agrupados.


Pessoal aprendendo a lidar com o equipamento nesta área baixa para os aprendizes. Aqui é a região das "clases particulares - ski y snowboard", como diz um cartaz.



Área para descanso e contemplação no meio da Cordilheira dos Andes. Tudo isso faz parte do complexo Valle Nevado.



Mas nenhum lugar aqui pode ser mais relaxante e ideal para contemplação do que este. A piscina do hotel com água quente ao ar livre, no meio da imensidão gelada. Alucinante, não? Luxo só para os hóspedes.


Visitar a moderna estação de ski de Valle Nevado, no Chile, é uma aventura e um encontro com paisagens incríveis. Essa experiência já começa a ser vivida nas primeiras curvas da estrada. A cada curva fechada, seu coração na mão, um olho no abismo e o outro nas lindas montanhas, que, com a neve, parecem estar confeitadas com um suspiro de tão branquinha que ela é. Essa emoção, que é garantida pelas 60 curvas que levam até o resort, pode também lhe causar um certo desconforto se você não estiver acostumado com caminhos vertiginosos. Então, a dica é tomar um remedinho antes para não sentir enjoo e se deixar levar sem medo pelas mãos do motorista. Se ele disser que é a primeira vez que está dirigindo por aquela estrada, não se assuste; provavelmente ele só estará brincando para aumentar ainda mais a sua adrenalina. Afinal, dirigir por aquela estrada, só para os mais experientes. Em determinados trechos, a pista fica muito estreita e o carro chega a deslizar um pouco na traseira por causa da pista molhada. Em um certo ponto da estrada, é preciso colocar correntes nas rodas traseiras para o carro não derrapar. Quem não está acostumado a dirigir por pistas assim, melhor não alugar carro, mas pagar pelo traslado oferecido por agências que entendem do assunto.

Então, com todas as precauções tomadas, já na estrada, deixe-se ser envolvido por aquela paisagem que, para quem nunca viu, é, como dizem os americanos, a feast for the eyes. Ou seja, uma festa para os olhos. E a melhor maneira de aproveitá-la por completo é seguindo os passos dos esquiadores. Afinal, quem está na neve é para se aventurar! Para muitos, adrenalina maior do que aquela que um par de esquis pode dar, não há. Se você quiser provar da mesma emoção, mas nunca esquiou, não se preocupe. As aulas particulares oferecidas pelo resort de Valle Nevado podem dar-lhe uma mãozinha, especialmente em determinadas descidas próprias para os aprendizes. Mas se a neve não for mesmo sua praia ou se você não estiver no pique para entrar nessa vibe, apenas deixe as acrobacias dos esquiadores e snowboarders guiarem seus olhos, especialmente aquelas mais radicais. Isso já vai ser uma aventura para seu coração!

Roupas, calçados e acessórios:

Uma das minhas principais preocupações sobre Valle Nevado era o frio que eu poderia encontrar. E, de fato, é muito importante ter uma roupa que te proteja do vento e da umidade, ou seja, um par de calças e uma jaqueta quebra-vento (pois o vento faz parecer que a temperatura está mais baixa do que a real) e impermeáveis (para proteger da chuva e da neve). Sem esses itens do vestuário, o seu próprio suor, por causa da umidade, pode causar um resfriado. A umidade dos pés também, por isso um bom par de botas impermeáveis também é indispensável nas montanhas nevadas. E precisam ser antiderrapantes para impedirem um tombo na superfície molhada. As meias devem ser térmicas para não deixarem seus pés suarem. Por cima delas, outras de lã. Assim seus pés vão ficar bem aquecidos e protegidos.

Geralmente indicam três camadas de roupa, sendo que a primeira camada deve ser de tecido térmico. A segunda camada, uma blusa de lã ou um moletom, e a terceira camada, a roupa impermeável e quebra-vento. Apesar de eu ter ido assim, toda preparada e com vestimenta aparentemente própria, meu guia disse que era melhor eu alugar uma outra roupa impermeável e um par de botas por dois motivos: tanto as botas quanto a jaqueta que eu usava não eram especificamente para neve (realmente constatei) e a roupa alugada eu poderia sujar e molhar à vontade. Na hora de voltar para o hotel (ficamos hospedados em Santiago), era só devolver a roupa alugada para a loja e colocar a minha de volta, sequinha e cheirosinha.

Há vários lugares para aluguel de roupa e equipamento para neve no caminho para Valle Nevado (são mais baratos do que na loja do resort). Seu guia, com certeza, vai lhe indicar alguns (uma loja muito famosa é a Ski Total). A dica é chegar a essas lojas bem cedo, pois elas ficam cheias de turistas empolgadíssimos, que mexem em tudo, e as peças acabam sendo alugadas rapidinho. Você acaba não encontrando o seu número para aquela jaqueta que você mais gostou, as melhores botas, etc. Eu aluguei um macacão e, por um lado, é bom pela praticidade de ser uma peça só e por ser mais barato. Mas, por outro lado, é muito ruim quando você precisa ir ao banheiro... Você tem de tirar toda a parte de cima e tomar todo cuidado para as longas mangas não encostarem no chão... Por ter passado por essa experiência, acho melhor usar jaqueta e calças. Eu só aluguei o macacão porque, no meu tamanho, só restava esse tipo de vestimenta. Vesti o macacão por cima das minhas calças impermeáveis mesmo e a sensação que eu tive é que tinha engordado uns 30 quilos!

Outros itens indispensáveis são: 1) Luvas (não as de couro, mas as próprias para a neve, mais gordinhas e impermeáveis, como essas que estou usando nas fotos). As luvas, eu não achei para alugar; comprei numa lojinha ao lado da loja do macacão. 2) Gorro (de preferência, impermeável, especialmente se a sua jaqueta não tiver um). 3) Óculos escuros (por causa do reflexo do sol na neve). Evite os de armação de metal, pois ficam gelados. 4) Protetor solar (com fator de proteção de, no mínimo, 30). Os raios solares são mais intensos nas montanhas por causa da altitude. 5) Protetor labial (evita rachaduras na boca). E, dependendo de como você estiver vestido, acho o cachecol dispensável.

Estando devidamente preparado para se aventurar na neve, dificilmente você sentirá frio, podendo até sentir calor se pegar dias ensolarados. Eu tive a maior sorte: peguei um lindo dia de sol. Ou teria tido mais sorte se eu tivesse visto e sentido a neve cair em cima de mim?

Anote aí:

— A temporada de ski nas estações chilenas começa em junho e termina em outubro, dependendo das condições climáticas. É sempre bom entrar em contato com as estações.

— Meu guia me aconselhou a almoçar em Farellones, pois seria mais barato do que em Valle Nevado. E vi que realmente era. Almoçamos no restaurante do Hotel Farellones e foi muito bom.

— As estações de ski costumam ficar abertas até as 17:00. Pule cedo da cama e planeje bem o seu dia para aproveitá-las ao máximo se você estiver hospedado em Santiago. E, se puder, não vá às estações nos finais de semana porque elas ficam muito cheias.

— Sempre é bom viajar com um seguro de saúde. Vá que você fica doente no exterior? Se for esquiar, essa necessidade torna-se ainda maior. Mas certifique-se que o seu seguro cobre acidentes na neve. Muitos não cobrem; é preciso especificar na hora da compra do seguro, que acaba saindo mais caro por conta disso.

— Valle Nevado se uniu a Farellones e El Colorado e juntas formam os Três Vales dos Andes. Os praticantes usufruem dos meios de elevação das três estações.

— Há também excursões de heliski para os esportistas mais ousados, onde podem chegar às montanhas mais altas, de mais difícil acesso, para fazer descidas mais radicais.

Estações próximas:

— As estações de ski de La Parva, El Colorado e Farellones ficam pertinho de Valle Nevado. Se você só tiver um dia para fazer um tour pelas estações de ski, dá para visitar as três; porém, rapidamente. Vá primeiro a Valle Nevado porque é a maior e a mais famosa. Mas, se for com crianças, aproveite primeiro Farellones.

Curiosidades:

— Em Valle Nevado, na alta estação, a impressão que se tem é de ainda estar no Brasil de tanto que se ouve português. Pudera, os brasileiros são o maior público nessa época.

— Valle Nevado fica a 3.000 metros de altitude.

Traslado para a estação:

Para chegar às estações de ski, você pode alugar um carro ou ir em um traslado privativo ou em grupo oferecido pelas agências de turismo. Para maior segurança na estrada, sugiro contatar uma agência. Há várias em Santiago, mas, para o serviço privativo, achei o da agência Vips Travel mais vantajoso. Acertamos tudo pela internet e pagamos no dia (160 dólares foi o valor do traslado privativo para 2 pessoas em 2010). O guia/motorista nos buscou no hotel, levou-nos para a loja de aluguel de roupas na ida ao resort, parou em uma lanchonete para compra de comidas e bebidas (nas estações é tudo mais caro), voltou à loja no retorno a Santiago para a devolução das roupas e nos deixou no hotel às 19:00 aproximadamente.

Agências de turismo:

— Eu só posso falar a respeito da Vips Travel porque foi essa a agência que nos prestou os serviços de turismo. Recomendo! Mas, como falei, há várias outras em Santiago. Pelo que eu vi, acho que a mais famosa de lá é a Ski Total. Mas se você quiser visitar 3 estações no mesmo dia (Valle Nevado, Farellones e El Colorado), como nós, é preciso ver com a agência se ela oferece esse tour, principalmente se você for em grupo.

Além dos ski resorts:

— Reserve ao menos um dia para conhecer Santiago. Muitos se hospedam na capital chilena por ser mais barato do que nos resorts, mas acabam não visitando suas atrações, o que é uma pena. Santiago, que fica a aproximadamente 1 hora de carro de Valle Nevado, é uma cidade de muitos encantos. Não me deixam mentir o Parque Metropolitano, o Cerro Santa Lucia, a Plaza de Armas... Só para citar alguns.

Sites de interesse:

Tudo o que você precisa saber sobre o resort de Valle Nevado está nestes links:

www.vallenevado.cl

http://www.neve.com.br/Chile-ski-snowboard/Valle-Nevado/informacoes-gerais-valle-nevado-ski-snowboard.php

http://www.neve.com.br/Chile-ski-snowboard/Valle-Nevado/dicas-valle-nevado-ski-snowboard.php


Abaixo, um pequeno vídeo mostrando nossa primeira parada no caminho para Valle Nevado:


Este, abaixo, mostra um pouco da estrada até Valle Nevado:


E este outro, abaixo, mostra a estação de ski de Valle Nevado:

Data desta visita: 26/07/2010.


9 comentários:

Dos Reis! disse...

Olá realmente muito lindo!!!
Em que época você foi? Estou indo para lá no final de Julho.
Estou querendo muito alugar um carro, mas será que é muito perigoso?

O que você acha, você achou muito perigoso, recomendaria um carro ou uma van?

Att,
Frank.

Regina Helena disse...

Olá, Frank! Fui ano passado, no final de julho também. Muita neve! Eu recomendo uma van, sem dúvida nenhuma. É perigoso, sim. Melhor deixar para quem já tem prática naquelas curvas e estrada de mão-dupla, pois a pista fica escorregadia. É preciso colocar correntes nos pneus.
O caminho para Valle Nevado é muito lindo. É uma viagem inesquecível.
Boa viagem!

Dos Reis! disse...

Regina, desculpe pelos comentários apagados, é que fiz as perguntas sem antes ler os outros posts...

Vi que você foi pela Vips Travel e pagou um total de 160 dólares.

Estou indo em minha família, 4 adultos e 1 criança. O preço de 160 dólares foi pelo aluguel em si, ou por 2 pessoas...?

Saberia dizer quanto eu pagaria por 5 pessoas, e se tem mais algum outro meio privado para se chegar lá (é que quero ir parando pelo caminho, os outros, sem ser privado também fazem isso?)

Att,
Frank.

Regina Helena disse...

Oi, Frank! Isso, fui pela Vips Travel. O valor de 160 dólares foi pelo aluguel em si (pelo tour), portanto, não acredito que eles vão cobrar algum adicional por ser 5 pessoas. Só mesmo mandando um e-mail para eles para saber. Se você vai em 5, acho que vale muito a pena ir num tour privativo. A vantagem é que vocês decidem onde querem parar (estando no caminho e não havendo impossibilidade por causa da neve), quanto tempo querem ficar em cada estação, etc. O motorista fica à disposição de vocês. Se for num tour em grupo (sem ser privado) com outros turistas também, a agência precisa seguir o roteiro estipulado. Outro meio privado para se chegar a Valle Nevado, só mesmo alugando carro, pelo que eu saiba. Se você prefere montar um roteiro diferente, acho que também é possível no tour privado com a Vips Travel. Basta negociar com a agência. Qualquer outra dúvida, pode me perguntar. Abraço.

Anônimo disse...

Olá Regina, vou fazer uma viagem para o chile, porém não estou conseguindo entrar em contato com a vips travel, você falou com eles apenas via e-mail? grata!!

Regina Helena disse...

Sim, falei com eles apenas por e-mail. Pode ser que o escritório deles esteja fechado por estes dias por causa do Natal e ano novo. Mas acho que eu ainda tenho o contato de um dos agentes de lá, pois entrei em contato com eles faz uns 2 meses para pedir informações sobre o Deserto do Atacama. Eles responderam no mesmo dia. Vou ver se acho esse e-mail e amanhã te dou um retorno. Abraço.

Regina Helena disse...

A última vez que falei com a Vips Travel foi em outubro, através de Mauricio e por este e-mail:
servicioalcliente@vipstravel.cl

Abaixo, todos os contatos:

Mauricio Estay Maureira | Serviço ao Cliente
Monseñor Félix Cabrera Nº 14 – of 23, Providencia - Santiago - Chile |
Tel (+56-2) 856 9900 - Fax (+56-2) 334 1578 | www.vipstravel.cl |
EMAIL: servicioalcliente@vipstravel.cl | MSN: mauricioestay@hotmail.com
Numeros de Emergencia Operaciones: Celular: (569)8818-4192 - Nextel: 56*129*4031 |
Numeros de Emergencia Tráfico de Pasajeros: Celular: (569) 8818-4193 - Nextel: 56*129*4032 |

Sara disse...

Há muito tempo que eu estou tentando fazer uma viagem a verdade é que eu nunca consigo decidir qual eu gosto de fazer isso, mas a verdade é que espero que em breve eu estou planejando uma viagem para a América, mas primeiro eu estou ficando um aluguel temporada buenos aires

Regina Helena disse...

Oi, Sara. Não entendi direito o que você quis dizer. De onde você é?