Rio de Janeiro (18ª parte)

O Rio de Janeiro continua lindo...



A Cidade Maravilhosa sempre me inspira. E um dos lugares mais bonitos do Rio, para mim, para viver essa inspiração e fazer declarações de amor à cidade, é a Urca. Não na área dos bondinhos, que é muito bonita também, mas ao longo da Avenida João Luís Alves  e da Avenida Portugal.




A Urca é um dos lugares mais tranquilos do Rio, mas também pode ser bem animada nos finais de semana ou nos feriados. Basta andar até o trecho próximo ao Bar Urca (à direita na foto), em frente ao Forte de São João (o forte é aberto à visitação; veja fotos mais abaixo). Aqui você descobrirá um point carioca, onde moradores de diferentes bairros e turistas se descontraem entre goles de cerveja. Grande parte dessa galera entra no Bar Urca para comprar bebidas e petiscos (empadas, por exemplo) e vem comer e beber às margens da Baía de Guanabara. Mas tem gente que até traz a churrasqueira de casa. Achei engraçado quando vi isso e, apesar de parecer um programa legal, imagina se vira moda... rsrsrs



E este é o famoso Bar Urca, na Rua Cândido Gaffrée com a Av. João Luís Alves. Vive cheio nos finais de semana. Repare que há mesas no andar superior. E por estar numa área tão privilegiada pela natureza, de frente para a Baía de Guanabara, não é difícil encontrar no salão superior do bar gente famosa também. Confira nas fotos do site do Bar Urca.  



Então, devido ao meu amor pela Urca, é para lá que eu vou muitas vezes. Hoje fui testar minha nova câmera fotográfica. Nesta foto, um dos cartões-postais do Rio: a Ponte Rio-Niterói.



Aqui, outro cartão-postal da cidade: o Cristo Redentor.



O Cristo Redentor e a Baía de Guanabara fotografados na Urca com a função "panorâmica" da Sony Alpha Nex-3.



Se você ainda não conhece este pedaço carioca, está deixando de provar o melhor do Rio. Venha caminhar por esta calçada, observar os pescadores, sonhar em morar num dos casarões daqui, ou namorar ao anoitecer. 



Outro restaurante muito gostoso para ficar e para comer na Urca é o Garota da Urca, em frente à praia. Nos finais de semana ensolarados, fica muito cheio, pois não há muitos restaurantes nesta área. À noite, fica mais fácil conseguir mesa. Outra sugestão
é o "boteco" Belmonte, que é um sucesso na mídia, indicado também nos guias de turismo,
queridinho dos cariocas.   



Faixa de areia da Praia da Urca em frente ao restaurante Garota da Urca e ao antigo cassino (prédio creme à esquerda). Esta praia não é indicada para banho.




Agora, vou mudar de bairro, mas já já volto à Urca, você vai ver. É que eu tinha que mostrar esta descoberta que fiz enquanto caminhava na Rua Santa Clara, em Copacabana: os doces da The Bakers.





O ambiente da The Bakers é uma graça. Esta é a minha dica para o café em Copacabana.



E já que estamos falando de doces, não posso
deixar de citar a Chaika. Esta é do Shopping 
Rio Sul. São de fazer lamber os beiços. O meu
doce preferido de lá é o mais simples: 
o bolo de laranja (molhadinho... Hummm...)
Nota de atualização: Infelizmente, a
Chaika anunciou o encerramento de suas
atividades em Ipanema e no Rio Sul. Foram
50 anos de história e de sucesso.



A Chaika tem tortas, rocamboles, bolos e doces
tais como brigadeiros, bombas, mil-folhas, etc.















Continuemos a falar de comida... Este restaurante grande e excelente é a Galeria Gourmet, do Norte Shopping. Eles servem em esquema de buffet (preço fixo por pessoa e você come à vontade; bebidas pagas à parte) e oferecem vários tipos de pratos. Vá com muita fome porque você vai querer comer de tudo!  rsrs




A Galeria Gourmet  é um ótimo lugar para você comemorar aniversários e outros eventos. Aqui estou com meus queridos colegas de trabalho comemorando o fim de 2011. 


Um ano se passou e, agora, comemoramos o fim de 2012. A Galeria Gourmet (sim, escolhemos o mesmo local do ano passado) continua a mesma, porém sob nova administração. Agora o restaurante pertence ao Grupo Porcão e se chama Porcão Gourmet.


Quem gosta de frutos do mar, deve ir à Casa da Ostra,
 na Tijuca. Eles servem em esquema de rodízio: à sua
mesa os garçons trazem lagostas, camarões, bacalhau,
salmão, atum, peixes, etc. E ainda há os pratos na mesa
do buffet: bobó de camarão, pirão, saladas, feijoada 
com frutos do mar, etc.

Casa da Ostraapesar do nome,
não serve ostra. Então vá lá para
comer as outras delícias do mar, como
esses camarões à paulista.  Você come
até dizer chega! rsrsrs



















Outro bar popular do Rio, famoso na mídia, é o
Bracarense, onde param cariocas e turistas. 
Uma ótima pedida para depois da praia, mas
é muito procurado também à noite.
 O bar fica no Leblon, na Rua José Linhares, 85. 
 O Bracarense  é pequeno e relativamente 
simples, mas é frequentado até por gente
 famosa. Quando estive lá, encontrei o
ator Alexandre Borges.



Os bolinhos de aipim com camarão e os
pastéis de camarão do Bracarense são
alguns dos petiscos mais procurados.
Vão muito bem com um chopinho gelado.



Outras opções gastronômicas no Leblon ficam dentro do Rio Design Leblon (fica em frente ao Shopping Leblon). Aqui você encontra bons restaurantes e cafés. Entre e confira!





O restaurante Cervantes é referência no Rio.
É sempre indicado nos guias de turismo por
ser uma das preferências da madrugada dos
cariocas.  Seus sanduíches com abacaxi fazem
sucesso há anos. O Cervantes desta foto é o
do Via Parque Shoppingmas é o de Copacabana
que é o mais famoso, pois foi o primeiro do grupo.



Se você estiver no Largo do Machado, uma
sugestão de restaurante é o
Manoel & Juaquim, que é famoso na cidade.
Há em vários bairros. (Atualização: Este restaurante
já não é mais o Manoel & Juaquim.)











Agora, vamos dar um passeio pelo centro do Rio. Daqui a pouco voltamos a falar de bares e restaurantes. Esta é a Praça Tiradentes com o monumento a D. Pedro I no centro. Esteve em obras, mas já se encontra reformada. 



Agora os Arcos da Lapa (Aqueduto da Carioca), um dos cartões-postais mais famosos da cidade por serem uma bela representação do Rio Antigo. Este aqueduto foi a maior obra arquitetônica do período colonial no Rio de Janeiro. Perto dos arcos, ficam os famosos bares da Lapa que formam o point boêmio da cidade, principalmente nos finais de semana. Nesta postagem aqui, mostrei como fica essa região numa sexta-feira à noite, com seus bares repletos de gente e animação.



Aqui, a Marquês de Sapucaí (Sambódromo), por onde passam os desfiles das escolas de samba no Carnaval.  


Adoro este lugar no bairro da Tijuca para curtir a night: a Praça Varnhagen (tudo mundo pronuncia "Vanhargem"). É um polo gastronômico que vive lotado nos finais de semana à noite; animação pura. Já fui a quase todos os restaurantes daqui. São vários: Buxixo (que tem boate), Galeto Mania, Garota da Tijuca, Rota 66, Adega Villas Boas, Siri, O Camarão, etc.

Galera curtindo a noite com grupos de amigos na Praça Varnhagen.


Restaurante O Camarão, na Praça Varnhagen
(teoricamente, fica na Rua Dona Zulmira).
A maioria dos restaurantes dessa área oferecem
mesas no interior e nas calçadas.


Iscas de peixe, camarões à paulista, camarões
empanados, batatas fritas... Um dos pratos
que mais saem no restaurante O Camarão.


Nas ruas próximas à Praça Varnhagen, como na Rua Felipe Camarão, também há bares bem movimentados, como este que tem bombado ultimamente (2014). Veja como está repleto e é uma terça-feira. É o Bar du Bom.  


Este já é bem mais tranquilo nos dias úteis, mas é bem agradável e fica na Praça Varnhagen. É o Espetinho Gaúcho.


O interior do Espetinho Gaúcho, na Praça Varnhagen.


O simpático ambiente do Espetinho Gaúcho, na Praça Varnhagen.


E este é o Buteko, da Praça Varnhagen. É, para mim, o bar mais bem transado da área. Vive lotado.


Este é o restaurante Rota 66, na Praça Varnhagen, que serve comida mexicana. 




Uma onda no Rio, que agora anda mais em baixa,
são os restaurantes que servem rodízios de
petiscos. Por um preço fixo, você come vários
tipos de petiscos à vontade. Não sou fã desse 
serviço porque a maior parte é fritura e
você acaba ficando enjoado. Na foto,
o rodízio de petiscos do restaurante Pigalle,
 na Av. Atlântica. 





A Av. Atlântica, na orla da Praia de Copacabana, é um dos lugares mais pitorescos para comer. A avenida é cheia de restaurantes que oferecem mesas nas calçadas. O restaurante da foto é o Garota de Copacabana.



A Feira Noturna de Copacabana, na Av. Atlântica, exibe artesanato, telas de pintura, roupas, bijuterias,  entre outros artigos. As telas pintadas pelos artistas plásticos são lindíssimas. Muitas retratam pontos turísticos do Rio de Janeiro. Essa feira é bem turística, então há muitas lembrancinhas da cidade. A feira funciona de segunda a sábado, de 18:00 até meia-noite, conforme informação no Facebook da feira.

Veja mais fotos da Feira Turística Noturna de Copacabana na seguinte postagem:




O calçadão da Avenida Atlântica é um lugar muito gostoso de se caminhar tanto de dia quanto à noite. Há um tempo atrás, os quiosques eram meio feiosos, mas agora eles estão padronizados e bem bonitos. Muitos contam com um bom espaço para mesas e cadeiras. (Foto tirada em abril de 2015)



Sem dúvida, é um ótimo programa tanto para cariocas quanto para turistas passear pelo calçadão da Avenida Atlântica e parar num dos seus modernos quiosques para tomar uma água de coco ou uma cervejinha e comer uns petiscos. (Foto tirada em abril de 2015)



Os novos quiosques da Avenida Atlântica. Na verdade, já existem há um tempinho, mas tem carioca que não passa aqui há um tempinho também e fica surpreso com a transformação. Uma coisa muito boa também é que há banheiros públicos no calçadão da orla da praia que podem ser usados mediante uma pequena taxa de manutenção. (Foto tirada em abril de 2015)



Os novos quiosques da Avenida Atlântica são iluminados, e esse efeito de luz deixa a orla da Praia de Copacabana bem mais bonita.(Foto tirada em abril de 2015)


Os restaurantes na Av. Atlântica seguem mais ou menos este estilo, com mesas e cadeiras na calçada. Ficam bem cheios nas noites de fim de semana. 




Um antigo canhão na Fortaleza de S.J.  
Vamos agora falar de dois fortes do Rio. O primeiro que vou mostrar é o de São João, na Urca. (Neste blog, já falei de dois outros: o de Copacabana e o do Leme.) Esta é a Praça da Fundação da Fortaleza de São João. A fortaleza foi erguida por Estácio de Sá, que foi quem fundou a cidade. 
Canhão Armstrong, de origem inglesa. Fortaleza de S.J.



Visitar a Fortaleza de São João é bem legal, mas requer um certo esforço físico. Você vai precisar subir uma ladeira um tanto extensa, mas você pode ir devagar, parando em alguns trechos para observar a vegetação nativa, os pássaros e a Baía de Guanabara. Mas, antes, você é levado à Praça da Fundação, ao Portão Histórico e ao Museu do Desporto do Exército. A visita, que leva cerca de duas horas, é acompanhada por um guia do início ao fim. Aqui, estou no meio dos extensos corredores das baterias de tiro.



Como diz o folheto que nos deram na visita, a Fortaleza de São João "foi a base de onde os portugueses se lançaram às batalhas contra os invasores franceses pela posse da terra". Atrás de mim, a Fortaleza da Laje, que está desativada.



Do outro lado,  ao fundo, à direita, está a Fortaleza de Santa Cruz, em Niterói. Do lado esquerdo, a Fortaleza da Laje.  A Fortaleza de São João fica  na Av. João Luís Alves, s/nº, na Urca.  




O prédio ao fundo, à direita, é o Museu Histórico da Fortaleza de São João, que também faz parte da sua visita. Como visitar a Fortaleza de São João? Simples. Agende a visita por telefone (2586-2291) ou por e-mail (sitiohistorico.fsj@gmail.com). A visitação é de terça a domingo, de 10h às 12h e de 13:30h às 16h. Leve sua máquina fotográfica e disposição! Vale a pena se você gosta de vistas bonitas da Baía de Guanabara e de história.



Este já é outro forte, o de Santa Cruz (Niterói).
Daqui dá para ver os bondinhos do Pão de
 Açúcar e o Cristo Redentor.



A Fortaleza de Santa Cruz (da Barra) fica em Niterói.


Mesmo que você não entre na fortaleza (à direita), já vale a pena fazer um passeio até aqui para apreciar a vista. A Fortaleza de Santa Cruz foi eleita uma das 7 Maravilhas de Niterói. 


A Ponte Rio-Niterói vista a partir da Fortaleza de Santa Cruz, em Niterói. 


Pão de Açúcar e Cristo Redentor vistos a partir da Fortaleza de Santa Cruz, em Niterói. 


Aqui fica a entrada da Fortaleza de Santa Cruz para a visitação guiada. Não chegamos a entrar. O problema é que não me programei e, quando chegamos, um grupo tinha acabado de entrar e teríamos que esperar o tour deles acabar. Como ainda não tínhamos almoçado e já estava tarde, deixamos para a próxima. É melhor você se informar sobre os horários de visitação antes de chegar aqui. Ah, depois daqui, se estiver na hora do almoço, deixe para comer na Praia de São Francisco, que é perto. Ali tem restaurantes excelentes. Nós almoçamos no restaurante Família Paludo e indicamos. Depois, você pode passear pelo calçadão da praia e fazer uma pausa para tomar um sorvete. 


Uma das minhas praias preferidas do Rio, por não ficar muito cheia, é a Praia da Reserva. Fica entre a Praia da Barra e a Praia do Recreio. Hoje não demos sorte; assim que chegamos, o sol, que já estava bem tímido, resolveu ir embora de vez. Mas, tudo bem, depois daqui fomos almoçar num restaurante bem em frente que eu gosto muito. Veja na foto abaixo.

O Barril 8000, em frente à Praia da Reserva, é uma excelente opção para o almoço se você vier por essas bandas.
Nota de atualização em 24/02/13: O Barril 8000 passou a ser o restaurante Gran Parrilla. O estabelecimento foi reformado, ganhou espaço de recreação para crianças e ambientes mais bonitos e modernos. O cardápio mudou um pouco e os preços subiram também.  


E se depois da praia e do almoço você ainda quiser esticar o passeio e fazer compras, varie um pouco e deixe o Barra Shopping de lado um pouquinho. Se você ainda não conhece, vá até o Recreio Shopping, que é muito mais tranquilo de se andar.


Até nosso próximo encontro no Rio!!!

3 comentários:

Rocio disse...

Eu acho que sempre se pode ter a capacidade de viajar é importante fazer e todos os lugares do mundo, eu espero que você tenha a chance de experimentar a comida por isso sempre testar a delivery jardins

Nair Cristina Martel disse...

ENCONTREI POR ACASO O SEU BLOG E ADOREI, GOSTO DE VIAJAR E PRINCIPALMENTE ADORO FOTOGRAFAR, AS SUAS DICAS SÃO MARAVILHOSAS. OBRIGADA

Regina Helena disse...

Que bom que gostou do blog, Nair! Gostamos das mesmas coisas, assim poderemos trocar dicas! Fique sempre à vontade para perguntar alguma coisa ou deixar seus comentários, dicas etc. Um beijo.